Centro de Pesquisas de Águas Subterrâneas

CEPAS |USP

Centro de Pesquisas de Águas Subterrâneas

Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo

Instituto de Geociências IGc-USP

Comportamento eletrocinético em áreas contaminadas por íons metálicos – estudos experimentais
2012-atual

O método de Remediação Eletrocinética é uma técnica de recuperação de áreas contaminadas que ainda não está sendo utilizada em larga escala no Brasil. Trata-se de uma tecnologia que se baseia na aplicação de uma corrente elétrica de baixa intensidade entre dois ou mais eletrodos no solo. Os solos contêm entre suas partículas sólidas, soluções aquosas (soluções intersticiais) iônicas com condutividade elétrica e características próprias. Assim, a passagem de uma corrente elétrica pode mobilizar e concentrar as espécies iônicas através dos fenômenos de eletromigração e eletro-osmose para os eletrodos. Foram efetuados estudos em bancada com produtos de várias naturezas simulando diversos tipos de solos com variação das condições experimentais (vários íons, eletrodos de diferentes composições, corrente elétrica, umidade, permeabilidade etc.). Baseado no primeiro experimento constatou-se que a tensão levemente acima do valor de Potencial Padrão de óxirredução para cobre não é suficiente para remediações eletrocinéticas, problema contornado nos experimentos seguintes, que utilizaram tensões mais elevadas, confirmados pelos resultados das análises químicas e pelos resultados de extração ácida das células congeladas dos experimentos 2 e 3. Em andamento está o experimento eletrocinético com o uso de um solo artificial composto de areia e argila na proporção 8:1 para determinação do Número de Transporte Iônico pelo método de Hittorf. O dispositivo usado (Célula de Hittorf) será construído com as células eletrolíticas já testadas. Neste projeto de pesquisa serão estudadas novas técnicas de remediação eletrocinética desenvolvidas e testadas em laboratório e em áreas contaminadas por íons de metais pesados como cobre, chumbo, zinco e manganês. Todos os experimentos realizados e em andamento faz parte de um objetivo maior que é atingir a aplicação dessas novas técnicas em área contaminadas por íons de metais pesados.

Integrantes: (Raphael Hypolito), Marisa Santiago Pugas, Daniela C. Gamito, Ernesto Massayoshi Sumi.